Manutenção do exaustor

Apesar de ser um equipamento do qual possui uma longa vida útil, a Manutenção do Exaustor deve ser feita, pelo menos, uma vez a cada dois anos, para que o seu desempenho continue sendo eficaz para o ambiente.

A principal função de um exaustor é fazer com que o ar viciado do ambiente seja retirado. Isso faz com que a temperatura do local fique mais estável, além de melhorar o ar respirado pelas pessoas dentro do ambiente.

Por conta da sua função, a Manutenção do Exaustor deve estar sempre em dia.

Tanto em caso de indústrias, quanto de residências, a Manutenção do Exaustor deve ser levada em consideração, pois ela será a garantia de que o equipamento e as suas peças durarão por muito mais tempo.

Muitas pessoas imaginam que a Manutenção do Exaustor deve ser feita apenas se o equipamento mostrar algum tipo de problema, porém, esse tipo de costume pode comprometer e muito o exaustor.

Isso porque a Manutenção do Exaustor possui um período para ser realizada, e quando esse tempo é ultrapassado, mais chances de o equipamento começar a não funcionar normalmente.

Além disso, deixar para fazer a Manutenção do Exaustor apenas quando algum defeito surge, faz com que o gasto também seja maior do que o necessário, já que a Manutenção do Exaustor periódica faz com que as chances de precisar fazer uma correção sejam bem menores.

Por conta de os exaustores ficarem posicionados em telhados, qualquer tipo de Manutenção do Exaustor deve ser feito por profissionais especializados, dos quais possuem os equipamentos de segurança certos.

A Manutenção do Exaustor não é apenas a troca de peças, mas também a limpeza e a adição de óleo nas engrenagens do equipamento.

Como os exaustores retiram o ar do ambiente, as peças do equipamento acumulam toda a sujeira produzida no local, como por exemplo: em cozinhas, devemos nos atentar para o acúmulo de gordura e realizar a Manutenção do Exaustor para retirá-la.

A Manutenção do Exaustor evita quais problemas?

Além de a Manutenção do Exaustor diminuir as chances do equipamento precisar ser trocado, existem alguns problemas secundários que a falta dela pode causar.

Um dos fatores que a Manutenção do Exaustor evita é os problemas de saúde causados nas pessoas que trabalham no local onde o equipamento está instalado.

A Manutenção do Exaustor faz com que toda a poeira, gordura e impurezas presas nas engrenagens do equipamento saiam, melhorando a qualidade do ar do ambiente.

Se a Manutenção do Exaustor não for feita periodicamente, o dispositivo acabará não funcionando da forma correta.

Isso fará com que o ambiente não seja ventilado completamente, mantendo o ar viciado no local.

Ou seja, é possível saber, pelo ar do local, quando um estabelecimento não está em dia com a Manutenção do Exaustor.

Além de todos esses problemas, a falta de Manutenção do Exaustor pode acabar comprometendo as máquinas e equipamentos presentes no interior do ambiente que deve ser ventilado.

Isso porque a Manutenção do Exaustor ajuda a manter o funcionamento do sistema, do qual também é responsável por retirar a umidade causada pelo frio do inverno que pode mofar e enferrujar os motores do estabelecimento.

A Manutenção do Exaustor também evita que as proteções das entradas dele sejam afetadas pelo tempo e pela sujeira.

As entradas conservadas graças a Manutenção do Exaustor são responsáveis por evitar que insetos e correntes de ar de inverno entrem no ambiente, realizando apenas a extração do ar.

Quando a Manutenção do Exaustor deve ser feita?

A Manutenção do Exaustor é uma das melhores formas de fazer com que o equipamento tenha uma vida útil longa.

Estabelecimentos que mantêm a Manutenção do Exaustor em dia podem tê-lo por até 20 anos em perfeitas condições.

O ideal é que a Manutenção do Exaustor seja feita uma vez a cada dois anos, para que as peças sejam avaliadas e para que as engrenagens sejam trocadas, mantendo o total funcionamento do equipamento.

A Manutenção do Exaustor pode acabar sendo apenas uma revisão do funcionamento, porém, ela não deve ser descartada mesmo quando você não percebe nenhum tipo de problema.

A falta de Manutenção do Exaustor periódica pode fazer com que o sistema de exaustão pare de funcionar, travando todo o equipamento.

Se isso ocorrer, além de o ambiente não ser ventilado, o próprio exaustor pode acabar sendo arrancado do telhado em casos de ventos muito fortes.

Se o objeto for arrancado por falta de Manutenção do Exaustor, ele pode acabar causando ferimentos nas pessoas que estiverem por perto e prejuízos grandes para o estabelecimento que terá uma parte do telhado arrancada.

Além disso, se a Manutenção do Exaustor não for feita e o equipamento ficar parado, a entrada da chuva e do frio externo será facilitada, já que ele não estará realizando o movimento de retirada de ar como deveria.

Portanto, não deixe a Manutenção do Exaustor passar batido. A realização da Manutenção do Exaustor pode evitar muitos prejuízos e gastos.

Em quais modelos a Manutenção do Exaustor pode ser feita?

A Manutenção do Exaustor deve ser feita em todos os modelos disponíveis no mercado, pois todos eles necessitam de cuidados para manter o seu total funcionamento.

Dentre os modelos que necessitam de Manutenção do Exaustor são:

  • Exaustor de telhado;
  • Exaustor tubular;
  • Exaustor centrífugo;
  • Exaustor de murais.

Mesmo que cada um deles tenha as suas particularidades, a Manutenção do Exaustor necessita sempre ser feita.

O que envolve a Manutenção do Exaustor?

A Manutenção do Exaustor corretiva conta com a troca de peças que estão danificadas ou desgastadas.

Além disso, quando a troca de filtros é necessária, ela também faz parte da Manutenção do Exaustor.

A limpeza e lubrificação das engrenagens são uma das partições mais comuns de uma Manutenção do Exaustor, já que são feitas com mais freqüência do que as outras atividades. Geralmente feito a cada seis meses.

A Manutenção do Exaustor também pode acabar sendo apenas uma inspeção de todo o funcionamento do equipamento, pois há chances dele não possuir nenhum tipo de correção, mesmo após dois anos de funcionamento.

O ideal é que durante a Manutenção do Exaustor, todos os procedimentos sejam realizados, para evitar quaisquer surpresas futuras.

Posso fazer a Manutenção do Exaustor sozinho?

Não. Além de a Manutenção do Exaustor contar com uma série de avaliações e testes que precisam ser feitos por uma pessoa que tenha conhecimento completo no equipamento, para que todas as peças sejam analisadas corretamente, o trabalho também exige equipamentos de segurança.

Isso porque a Manutenção do Exaustor deve ser feita no telhado, pois o equipamento deve permanecer no local onde está instalado.

Portanto, quando a Manutenção do Exaustor precisar ser feita, conte com o auxilio de um profissional do qual subirá no telhado e fará todos os testes necessários no equipamento.

Uma pessoa especializada em realizar a Manutenção do Exaustor também saberá informar quais peças precisam ser trocadas ou lubrificadas.

A Manutenção do Exaustor altera o seu funcionamento?

A Manutenção do Exaustor só mudará o seu funcionamento se o equipamento possuir algum tipo de problema.

Isso porque quando a Manutenção do Exaustor é feita apenas para verificação das peças, dificilmente o equipamento possui algum tipo de defeito ou peças quebradas.

Porém, em casos de uma Manutenção do Exaustor corretiva, você definitivamente sentirá uma melhora no ar do ambiente, já que em casos de problemas o sistema de exaustão demonstrará dificuldades para realizar sua função.

Em casos de peças enferrujadas ou com falta de lubrificação, elas provavelmente farão barulhos durante o seu funcionamento, dos quais podem ser eliminados com a Manutenção do Exaustor.